• Natália Ribeiro

Importância de fortalecer a cultura organizacional

Trazer o conceito de cultura organizacional, é afirmar como os colaboradores percebem a organização, suas características. Com opiniões e percepções dos colaboradores, extraímos os padrões culturais de uma empresa.


Os ideais e comportamentos que uma empresa adota e considera importantes variam muito. O mundo é muito diversificado e várias culturas definem de forma peculiar o que é considerado certo ou errado.


Hoje, as empresas devem trabalhar em parceria com os empregados na configuração dos futuros individuais, ajudando-os a compreender e a apreciar as oportunidades oferecidas pela organização. Os colaboradores se comprometem com as empresas em que veem possibilidades de aprendizado e crescimento. Quando se sentem parte de uma comunidade de pessoas que lhe inspira respeito e zelo, o comprometimento é consequência espontânea.


Para criação dessas condições, as organizações precisam promover um ambiente que desenvolva e aprimore qualidades. (Ulrich, 2000 p. 88)

O lucro é um componente essencial de uma empresa saudável, mas não é por isso que ela existe. As empresas saudáveis mantêm relacionamentos saudáveis entre clientes, funcionários e donos.


A recíproca é verdadeira: relações sadias, negócios lucrativos; relações ruins, negócios péssimos. (James C. Hunter, 2006)

Dependendo do estilo de liderança, torna-se favorável para um ambiente que com confrontos, atitudes nocivas e relacionamentos instáveis que dificultam e afetam o crescimento da empresa. E quanto mais os valores da empresa são mantidos e fortalecidos, a cultura organizacional torna-se mais forte e servirá de influência no ambiente interno.


Segundo Tichy, há três tipos de histórias de liderança. A primeira é “Quem sou eu?”, na qual o líder se expõe como profissional e pessoa. A segunda é “Quem somos nós?”, que dá identidade ao grupo, e a terceira é “Para onde estamos indo?”


A maneira como os líderes tratam as pessoas e constroem a cultura e o clima nas suas organizações deve ser monitorada com tanta ou mais atenção do que o modo como gastam os recursos da empresa.

Construir uma cultura de crescimento! As organizações com suas culturas e identidades precisam que os líderes focalizem o desenvolvimento de seus colaboradores para promover a cultura de crescimento.


Nota-se, portanto, que o clima organizacional pode ter grande influência sobre a estratégia da empresa, pois uma percepção ruim do ambiente pode atrapalhar a produtividade e, consequentemente, o alcance dos objetivos estratégicos.


É essencial, então, que a área de gestão de pessoas mantenha políticas de medição do clima organizacional e tome ações que, uma vez identificado o aumento da percepção negativa, neutralizem os elementos que causam interferências que prejudiquem.